o que e devops e para que adotar

O que é DevOps e Para quê adotá-lo?

Entenda os conceitos e táticas que o DevOps engloba, para quê serve implantá-lo nas organizações e quais resultados trará ao negócio.

Atualmente um termo muito falado na área de tecnologia da informação (TI) é DevOps. Ao abordar esse tema surgem alguns questionamentos como, por exemplo: “Será que ele está sendo aplicado nas empresas?” Ou “Realmente agrega valor ao negócio?” Ou ainda “O processo de implantação de DevOps nas organizações envolve apenas ferramentas?”.
Para responder a essas perguntas, primeiro precisamos entender o conceito. DevOps é um conjunto de práticas, valores culturais e ferramentas que aumenta a capacidade da empresa de construir aplicações e manter serviços de qualidade. Com entregas contínuas, otimizações frequentes para não perder as oportunidades do mercado, aumenta-se a produtividade e, consequentemente, amplia-se a lucratividade, finalmente unindo negócio e TI.

Abraçar mudança organizacional!

abracar-mudanca-organizacionalPara uma empresa entrar no mundo DevOps é necessário abraçar uma mudança cultural, que engloba vários níveis da organização,desde o executivo até o contribuidor individual. Todos precisam mudar sua mentalidade e uma das formas é  aprendendo e adotando pensamentos de crescimento alinhados com valores e crenças da organização. A busca para sempre e todo dia fazer melhor o que fez ontem, isto é, da melhoria contínua, nos leva a formas de trabalhar mais eficientes e colaborativas.
A cada dia, os clientes precisam buscar eficiência para acompanhar as mudanças do mercado. Dessa forma, é preciso desenvolver uma inteligência ágil e testar novas funcionalidades sem dispensar muito esforço. Para essa tarefa, o DevOps fomenta a utilização da técnica MVP (Minimum Viable Product), que consiste em criar um produto ou serviço com menor investimento possível para validar a ideia do negócio, e, assim, garantir que vai agradar e servir aos clientes e gerar valor.

Entrega contínua como parte fundamental do negócio

Novas funcionalidades precisam ser validadas entre os consumidores e introduzidas no mercado no menor tempo possível. Por isso, a agilidade é fundamental para o negócio. Assim, o DevOps prega que a velocidade de entrega pode vir através da integração contínua, na qual todos do ecossistema (desenvolvimento, infraestrutura, redes, segurança e qualidade) vão trabalhar juntos para alcançar os objetivos do negócio e satisfazer o usuário final. Unir especialistas de diversas áreas, alinhados com os valores da empresa, em times multifuncionais, e dar a eles o empoderamento para gerir uma linha de serviço, é um ponto chave para entrega contínua.

Automatizar para inovar!

A implantação acontece de modo rápido e seguro, através de ferramentas eficazes que automatizam tarefas manuais e auxiliam os times no gerenciamento de ambientes complexos. Com a automação, o tempo para estudo e descobertas do negócio aumenta, dada a alta frequência de feedbacks e aprendizados sobre oportunidades de inovação, de como lançar os produtos antes e melhor que os concorrentes e de ser líder no mercado de atuação, consequentemente levando ao aumento da receita e taxas de conversão importantes ao negócio.

A partir dessas informações voltamos às perguntas: “Será que o DevOps está sendo aplicado nas empresas?” E “DevOps realmente agrega valor ao negócio?”.

DevOps na prática

devops-feedbackO processo de aprendizagem é um ciclo contínuo que envolve o estudo de mercado; a construção da solução (do MVP); o lançamento (ou pré lançamento) para obter o feedback dos clientes e validação de se compensa, ou não, investir nas respectivas inovações idealizadas. Várias empresas adotaram a cultura DevOps e tiveram um ganho significativo. Um exemplo é a Intuit, empresa que desenvolve e vende softwares financeiros. Ela realizou 165 experimentos no pico da temporada de entrega de imposto de renda (o que justamente é considerado por muitas empresas o pior momento para se fazer qualquer alteração no seu sistema – por isso o termo “período de freezing”). Seu resultado: surpreendente aumento de 50% sobre os resultados do negócio!

INTUIT

“By installing a rampant innovation culture, we performed 165 experiments in the peak three months of tax season. Our business results? Conversion rate is up 50%. Employee result? Everyone loves it, because their new ideas can make it to Market.”

-Scott Cook, Founder Intuit6

Como no exemplo da Intuit, observamos que o DevOps gera oportunidades para as organizações. Ao envolver novas práticas, permite que os produtos e serviços sejam construídos e lançados no mercado no momento certo (time-to-market).

Logo, o primeiro passo para implantar DevOps na empresa é iniciar a mudança cultural. É um processo desafiador, todavia recompensador, pois os resultados obtidos geram satisfação na equipe, nos clientes e no negócio.

DevOps abrange um conjunto de pessoas, processos e ferramentas, com táticas de integração contínua, colaboração de equipe, automação dos processos, entregas frequentes com qualidade e segurança, tornando a organização cada vez mais competitiva, antecipando-se às necessidades de mercado.

devops-pessoas          devops-processo          devops-ferramentas

 

 Como vimos, DevOps traz agilidade ao produzir novas funcionalidades, além de reduzir o retrabalho. Por sua vez, esse conjunto de ações gera produtividade que se traduz em um número maior de entregas e, o rendimento, vem como uma feliz consequência!

mapear-fluxo-de-valor

Agora que entendemos o que é DevOps, e os seus benefícios, vamos apender como começar a implantá-lo na sua empresa?


Leave a Reply